Eco-ansiedades


Quer faça chuva, quer faça sol, a culpa é sempre do clima.

O clima que não controlamos mas que modificámos de forma mais acelerada desde o carro de bois aos carros de corrida de Formula E assusta-nos e chega a criar vertigens.

Será uma vertigem ou uma ilusão ainda chegarmos a tempo de evitar um grave acidente?

Segundo a American Psychology Association a eco-ansiedade, “o medo crônico de sofrer um cataclismo ambiental que ocorre ao observar o impacto, aparentemente irrevogável, das mudanças climáticas gerando uma preocupação associada ao futuro de si mesmo e das gerações futuras”, já é um sintoma diagnosticável ainda que não inscrito na Organização Mundial de Saúde.

Duzentos e cinquenta cientistas portugueses submeteram uma petição ao parlamento e está agora aberta a possibilidade de qualquer um e todos juntos assinarmos.


"Num momento crítico, para ser ainda possível evitar o ponto de não-retorno em termos de Alterações Climáticas, a Assembleia da República está a discutir uma Lei do Clima. Um grupo de mais de 250 académicos portugueses, em sintonia com o parecer do CNADS (Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), considera que se deve aproveitar a elaboração deste novo instrumento legislativo, para se repensar o atual estatuto legal do clima...

Caso se incluísse uma referência ao reconhecimento do Clima como Património da Humanidade na Lei Portuguesa, tornaria Portugal pioneiro nesta matéria, o que poderia abrir as portas a uma discussão mundial sobre o estatuto jurídico do clima, como uma questão fulcral para a construção de um futuro comum."


Em viagem devemos parar de tempo a tempo para descansar.

Na próxima estação de serviço tarda tanto tempo pôr gasolina ou reabastecer as baterias de lithium e tomar um café como assinar a petição em https://participacao.parlamento.pt/initiatives/2280 .

Poderá ser um passo para a internacionalização do Clima Estável como Património da Humanidade sujeitando qualquer cultura, etnia, religião, políticas e nações ao respeito e acção mutua pelo futuro.


Deixemo-nos de ansiedades e peguemos numa "caneta para assinar".


45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Cascalvas